RESPONSIVE ADS HERE

Últimas

10/12/2016

Lagoa de Dentro recebe teatro de bonecos nesta quinta-feira (15)

A Prefeitura de Lagoa de Dentro através da Secretaria Municipal de Cultura apresentam nesta quinta-feira (15) a partir das 19h00, teatro de bonecos, Mamulengo Sem Fronteiras, que sai da sua terra natal Taguatinga (DF), e segue Nordeste adentro com a “Caravana Mamulengos do Cerrado rumo à Caatinga”.

O município de Lagoa de Dentro foi escolhido por meio de uma parceria com a Cia de Teatro de Bonecos Boca de Cena que já fez apresentações na zona rural, especificamente na Vila Gravatá, onde reside o Mestre Nildo.

A apresentação acontecerá no calçadão da Lagoa Francisco Soares e é aberto ao público em geral. A caravana que parte do Distrito Federal (DF) é alusiva aos 20 anos de existência do grupo Mamulengo Sem Fronteiras. Além de celebrar e conviver, a Caravana se propõe abrir, junto às comunidades, um diálogo sobre a arte do mamulengo, fortalecendo os laços entre Nordeste e Brasília, Caatinga e Cerrado.

Mamulengo Sem Fronteiras

A família Mamulengo Sem Fronteiras se uniu para brincar mamulengo em 1996, em Taguatinga (DF). Coordenado por Walter Cedro, o grupo recebeu a herança do Teatro de Bonecos Popular do Nordeste das mãos do bonequeiro Chico Simões (Mamulengo Presepada), este iniciado por Carlinhos Babau e Mestre Solón. São mais de 20 anos de pesquisa sobre a tradição do Mamulengo e das brincadeiras populares, em interação a novas formas de expressão. Hoje, o grupo compartilha experiências e estudos em apresentações, oficinas e festivais pelo Brasil e em países da Europa e América do Sul.

O Mamulengo

O Teatro de Bonecos Popular do Nordeste é memória e história, transmitido de geração a geração por artistas caminhantes. É uma das poucas formas de teatro popular que consegue sobreviver no interior e nos centros populares e urbanos do Brasil, sendo chamado de vários jeitos: Mamulengo (PE e DF), Cassimiro Coco (PI, CE e MA), João-Redondo (RN), Babau (PB) e Mané-Gostoso (BA). Em constante transformação, carrega ao mesmo tempo uma estética tradicional e elementos históricos de um teatro universal, com fortes influências das culturas afro-indígenas e resquícios da Commedia Dell’Arte. Para além das figuras e personagens “vindos de São Saruê”, a música ao vivo enche o enredo de ludicidade e reforça a interação com o público.

CIDADES DA PARAÍBA CONTEMPLADAS COM A APRESENTAÇÃO:

15/12: Lagoa de Dentro (Mestre Nildo)

16/12: Sapé (Mestre Severino Reis)

17/12: João Pessoa (Cia Boca de Cena e Quem tem Boca é pra Gritar)

19/12: Pedras de Fogo (Pedro do Mamulengo e Zé Pequeno).

Fonte: Assessoria de Comunicação PMLD
Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial

Páginas