RESPONSIVE ADS HERE

Últimas

22/09/2020

Diretor de Cultura entrega cargo e adere ao projeto de Jaciel Vieira do PSB em Sertãozinho

Após a detenção do prefeito de Sertãozinho, Antônio de Elói (Cidadania), região de Guarabira, no último dia 16, por causar aglomeração e descumprir determinação da Justiça Eleitoral, foi divulgado durante o programa Manhã de Notícias da Rádio Sertãozinho FM, um áudio encaminhando pelo diretor de Cultura Bejamim Carlos, a coordenação de campanha de Elói, relatando sua insatisfação com a política de ideias do grupo. Durante o desabafo através do áudio, o gestor cultural se retira da equipe de coordenação e entrega seu cargo em caráter irrevogável.

Bejamim Carlos afirmou que, a muito vinha relutando contra certas repressões internas, que tentavam a todo custo partidarizar as ações da diretoria de cultura, em todos os eventos culturais da cidade, excluindo grandes artistas da terra, por não terem a mesma ideologia política. O ponta pé maior de insatisfação se deu, quando o secretário de Finanças quis interferir nos critérios exigidos nos tramites da Lei Federal nº 14.017/2020 (Lei Aldir Blanc), mais especificamente, a um dos 08 (oito) editais que beneficiará os artistas de casa, valorizando seus talentos, no momento em que estamos vivendo, os efeitos devastadores da pandemia do Coronavírus. Em busca dos direitos dos artistas sertãozinheses, Bejamim contrariou a investida do secretário, que retrucou afirmando, que dessa forma era melhor o recuso voltar para o ministério.

Nesse projeto, diversas categorias artísticas serão abraçadas, dentre elas: audiovisual, teatro, oficinas, fotografia, dança, literatura, literatura de Cordel e artesanato, totalizando a quantia de R$ 54.395,56 (Cinquenta e Quatro Mil, Trezentos e Noventa e Cinco Reais e Cinquenta e Seis Centavos) em recursos destinado ao município. 

Em virtude da sua insatisfação e decisão, Bejamim foi procurado para uma conversa com os candidatos da oposição Jaciel Vieira e Sandrinho do Posto, que contou com a presença da ex-prefeita Marcia Mousinho. Logo após o encontro o ex-aliado do prefeito anunciou sua adesão ao projeto político da oposição, já que o PSB lhe é familiar, pois o mesmo foi o fundador da legenda no município, sigla por onde disputou o cargo de prefeito em 1996. “No caminho de volta, ninguém se perde”, afirmou.

Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial

Páginas